Categoria Notícias

Prefeitura realiza SP Maker Week com foco na educação do futuro

Serão cinco dias de atividades de fabricação digital e mão na massa destinadas à participação da população

No próximo sábado (03) terá início a SP Maker Week, evento de cultura maker promovido pela Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (Smit) por meio do FAB LAB Livre SP. Serão cinco dias de atividades de fabricação digital e mão na massa destinadas à participação da população. É a quarta edição da Semana e tem como tema “Educação do Futuro”. O objetivo é incentivar a cultura do “Faça você mesmo” para todos os tipos de público.

A SP Maker Week pretende explorar o potencial da aplicação das novas tecnologias em fabricação digital. O foco é o desenvolvimento sustentável, geração de oportunidades criativas e empreendedorismo a partir da perspectiva educacional. É um estímulo para a atual e as novas gerações adotarem políticas levando em consideração a sustentabilidade.

O evento contará com workshops, palestras, painéis e exposições, visando promover novas experiências no uso de tecnologias de ponta, compartilhar conhecimento e facilitar a inclusão digital e tecnológica na vida dos participantes.

O evento de inauguração da “Semana Maker” acontecerá no Centro Cultural Olido. Av. São João, 473 – Centro Histórico de São Paulo, São Paulo – SP, 01036-000. Para participar basta comparecer com sua criatividade aguçada na unidade. A rede FAB LAB LIVRE SP garante que o dia será produtivo.

Já ao longo da semana terão diversos cursos de fabricação digital também dentro do tema de Educação do Futuro a partir da prototipagem rápida de objetos e desenvolvimento colaborativo e sustentável já inseridos na indústria 4.0.

 

Programação das atividades e oficinas:

Portal 156 disponibiliza serviço de solicitação da carteira de identificação da pessoa autista

Documento poderá ser emitido gratuitamente pela SMPED e a solicitação deve ser feita pelo Portal SP156

No dia 19, aconteceu no CEU Aricanduva, zona leste de São Paulo, o “Inclui Sampa nos bairros”. O evento realizado pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED) foi responsável pela segunda edição do mutirão de serviços exclusivos para a população com deficiência. A fim de promover a inclusão e a devida atenção nos serviços públicos e privados da cidade, o lançamento da “Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista” (CIPTEA), regulamentada pelo município, foi tema do evento.

A Carteira foi idealizada pela SMPED em conjunto com o Portal SP156, serviço coordenado pela Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia, e que é um canal para solicitação para da carteira. O documento tem como finalidade agilizar o atendimento do cidadão autista em serviços da cidade, além de ser vantajoso para a pessoa diagnosticada com TEA ou seu responsável desejarem dispor de um documento que sinalize essa condição.

Solicitação

A identidade é emitida exclusivamente em formato digital e pode ser apresentada através de um dispositivo eletrônico que permita sua visualização ou também na versão impressa caso haja interesse. Para adquirir a identidade basta acessar o Portal SP156, preferencialmente pelo computador, e preencher um formulário com os dados do solicitante, seja a pessoa autista ou seu representante legal. A CPITEA poderá ser emitida 45 dias após o pedido pelo portal. Vale lembrar que: a carteira não substituirá a apresentação de documento ou outro requisito exigido em lei para o acesso a serviços ou benefícios específicos.

Outra forma de emitir a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista é por meio do Descomplica SP, coordenado pela SMIT, são unidades de atendimento espalhadas por toda a cidade. A rede fornece um atendimento humanizado ao cidadão, realizando mais de 450 serviços públicos, entre eles o acesso ao Portal SP156.

Documentação

– Laudo médico atestando o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), descrevendo as condições atuais do paciente, com data, assinatura e com o número do CRM do médico responsável,
– Comprovante de endereço.
– Documento de identidade com foto
– Foto 3×4

“Fico muito feliz que a SMIT poderá contribuir com esse meio de inclusão da pessoa autista, identificada por meio dessa nova carteira. Essa iniciativa me toca pessoalmente, pois tenho um sobrinho autista, hoje ele tem 18 anos e a sua inclusão e reconhecimento na sociedade é muito importante para o seu desenvolvimento. Por isso, é valioso ressaltar o papel fundamental da tecnologia quando o assunto é inclusão social,” frisa o secretário municipal de Inovação e Tecnologia, Juan Quirós.

Legislação

A Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista – CIPTEA está prevista nas legislações municipais: Lei nº 17.502, de 3 de novembro de 2020, e Lei n º 17.695, de 22 de outubro de 2021, que institui o serviço no município de São Paulo, bem como de acordo a Lei Federal nº 13.977, de 8 de janeiro de 2020, conhecida como a Lei Romeo Mion.

Prefeitura de São Paulo atualiza imagens do mapa digital da cidade

Mapeamento aéreo permite verificar utilização do solo e construções na capital paulista

A Prefeitura de São Paulo, por iniciativa da Secretaria Municipal da Fazenda, em parceria com a Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento (SMUL), disponibilizou ao público a partir do dia 23 no portal GeoSampa, novas imagens ortorretificadas da capital paulista. O novo mapeamento fotográfico do município foi realizado em 2020, com perfilamento laser que detalha em 3D todo o relevo e construções de São Paulo. São 1.544 km² de mapeamento fotográfico aéreo e perfilamento laser, com imagens com precisão de até 10 cm, atualizando o levantamento anterior realizado em 2017.

O perfilamento laser gera modelos digitais tridimensionais das construções da cidade. A aeronave responsável pelo mapeamento da área emite um sinal  que mapeia mais de dez pontos por metro quadrado, gerando dados sobre altura, latitude e longitude. Essa tecnologia permite o dimensionamento preciso do volume das construções em São Paulo.

O novo Mapa Digital garante maior agilidade e precisão na obtenção de informações dos imóveis da cidade de São Paulo, gerando dados georreferenciados que podem ser utilizados pelas diferentes secretarias municipais para melhorar o desempenho de suas atividades. Um exemplo é a utilização das informações pela Secretaria Municipal da Fazenda para a verificação de inconsistências nas áreas construídas de imóveis.

IPTU

O detalhamento das construções de São Paulo permite uma atualização mais precisa do cadastro do IPTU, identificando inconsistências entre os dados de lançamento do tributo e a situação concreta dos imóveis da cidade – como no caso de imóveis com área construída maior do que a declarada. Isso garante maior justiça tributária aos contribuintes de São Paulo, combatendo irregularidades e sonegação.

É obrigação do contribuinte (proprietário, possuidor do imóvel ou titular do domínio útil de imóvel) declarar os dados de seu imóvel, seja para promover sua inscrição (inclusão de novos imóveis) ou atualização no Cadastro Imobiliário Fiscal. A atualização pode ser feita neste link.

Geosampa

O GeoSampa é o portal de mapas oficial da cidade de São Paulo e reflete a infraestrutura municipal de dados geográficos da capital. A plataforma traz mais de 340 camadas de informação, tais como fotos aéreas, equipamentos públicos, rede de transporte, sistema viário, dados ambientais, zoneamento, patrimônio histórico entre outras. Trata-se da maior coletânea de dados geoespaciais sobre a cidade.

25º Fórum Técnico de Tecnologia da Informações e Comunicação –Instrumentos de Governança de TIC

Realizado de forma virtual pelo Microsoft Teams, o 25º Fórum Técnico de TIC foi o último do ano de 2022 e teve como tema os Instrumentos de Governança de TIC utilizados pelo Departamento de Governança e Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação e contou com a participação de aproximadamente 53 pessoas.   

O Coordenador da Coordenadoria de Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação, André Tomiatto, iniciou o evento agradecendo a presença de todos e fez uma breve explicação sobre a atuação da coordenadoria e dos instrumentos de governança que existem desde 2017. Destacando principalmente os avanços na participação da discussão do orçamento de tecnologia dos órgãos. 

Em seguida, o diretor do departamento de governança, Rafael Neves, iniciou sua fala abordando o Diagnóstico de TIC de 2022. Foram apresentados alguns dos resultados obtidos a partir das respostas enviadas pelos órgãos setoriais. Temas como a influência do líder de TIC no planejamento orçamentário, dificuldades orçamentárias dos órgãos setoriais, os ativos de rede e desktops dentro do prazo de vida útil, e a quantidade de licenças do sistema operacional Windows foram apresentados inicialmente. Os temas relacionados ao Service Desk e a Capacitação em TIC tiveram destaque na continuação da apresentação, evidenciando a necessidade de investimento nessas áreas.  

Em seguida, o APDO Fábio Consolini apresentou os Planos Diretores Setoriais de TIC, abordando questões orçamentárias como o orçamento por ação em 2022, o orçamento por natureza dos órgãos, a quantidade de linhas de ação planejada e executada em 2022 e também a relação que cada um desses itens possui com a Escala de Maturidade 

Dando prosseguimento ao Fórum, o diretor Rafael Neves apresentou a agenda dos Instrumentos de Governança para 2023 e abordou também as atualizações e status das Orientações Técnicas emitidas pela SMIT.  

Em seguida foi apresentado o programa de capacitação de 2022 e também os planos de capacitação para 2023, com cursos de ITIL e Gestão de Projetos.  

Finalizando, foram apresentados os planos das Atas de Registro de Preços em elaboração pela SMIT e as atas que estão sendo conduzidas pela PRODAM.  

Ao final da apresentação foi aberto um espaço para dúvidas no qual os funcionários Wagner Santana Silveira, Bruno Azuma Balzano e Daniel Ventura perguntaram sobre a questão do orçamento no PDSTIC e a Escala de Maturidade e também sobre o decreto 57.653/2017, no qual consta que as compras de TIC devem ser incluídas no PDSTIC.  

 

Data: 23/11/2022; 

Via: Vídeo conferência via Microssoft Teams;

Participantes: Aproximadamente 53 pessoas. 

Palestrantes:  

Rafael Neves (SMIT/CGTIC/DEGOV) 

Fabio Peres Consolini (SMIT/CGTIC/DEGOV) 

 

Acesse abaixo o material da apresentação do 25º Fórum Técnico de TIC e nossa pagina de Governança de TIC

 
 

Veja algumas imagens do 24º FTTIC

Programa CopiCola é finalista no 26º Concurso de Inovação Pública da ENAP

O Concurso visa valorizar equipes de servidores públicos que se dedicam a repensar atividades cotidianas, trazendo melhorias para a gestão

O CopiCola, programa coordenado pelo (011).lab em parceria com Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SMIT), é finalista do Concurso de Inovação Pública da ENAP. o objetivo da inciativa é identificar e sistematizar práticas inovadoras da administração pública da Cidade de São Paulo. O Concurso de Inovação Pública da Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) reconhece e valoriza as equipes de servidores públicos que se dedicam a repensar atividades cotidianas e visam melhorias para a gestão e políticas públicas.

O concurso, instituído pela ENAP em 1996, tem como objetivo incentivar a cultura da inovação nos serviços públicos, sejam eles federais, estaduais e municipais. As soluções conhecidas na competição são realizadas por gestores e possuem uma proposta significativa para a sociedade, de uma forma que sejam referência para outros projetos, fortalecendo a capacidade de governo.

A avaliação final ocorrerá no próximo dia 30, de forma remota (online), e consistirá na apresentação oral das iniciativas finalistas seguida da seleção, pelos membros do Comitê Julgador, das iniciativas premiadas em cada categoria.

Os vencedores da 26º edição do Concurso de Inovação Pública da Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) serão anunciados na Cerimônia de Premiação, ao longo do dia 12 de dezembro, na sede da ENAP em Brasília/DF com transmissão pelo YouTube. No evento, haverá uma feira de exposição com as iniciativas vencedoras, onde a equipe de cada projeto irá tirar as dúvidas dos demais participantes do evento.

Copicola

O programa Copicola executou 18 ideias inovadoras, aplicadas entre as três categorias, que seguirão para a avaliação final e representará a cidade de São Paulo, que hoje através de seus vários programas, é símbolo de inovação em serviços ou políticas públicas, servindo de exemplo para outros estados. O concurso avaliou ainda 238 iniciativas.

Para levar o sucesso dessas práticas para gestões de outros estados, o CopiCola identifica e sistematiza práticas inovadoras com potencial de serem adotadas em diferentes contextos da administração pública. O conhecimento é passado de servidor para servidor, facilitando a conexão entre atores e potencializando o aprendizado a partir dos casos registrados.

Prefeitura inaugura a 10ª unidade do programa Descomplica SP na Cidade Tiradentes

Na praça de atendimento presencial o cidadão encontra serviços municipais, estaduais (como Sabesp e Totem Poupatempo) e vinculados ao governo federal (MEI e CadÚnico)

A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta quinta-feira (10), a 10ª unidade do Descomplica SP, na Cidade Tiradentes, Zona Leste da capital. O equipamento oferece mais de 450 serviços para a população do distrito que é de cerca de 250 mil habitantes. A unidade, que estava operando em “projeto piloto”, agora passa a funcionar oficialmente e prevê, em média, 1.200 atendimentos por dia.

“Nós tivemos um investimento de R$ 4 milhões para adequar todo o espaço e fazer algo bem-feito. Não adianta só fazer. Tem que fazer bem-feito, com qualidade e tecnologia para que as pessoas se sintam confortáveis”, destacou o prefeito Ricardo Nunes.

No equipamento o público será beneficiado ainda com o Descomplica SP Digital, um espaço de cidadania digital dentro do novo Descomplica SP Cidade Tiradentes, para conhecer, aprender e acessar serviços eletrônicos.

“Nos nossos estudos nós percebemos que a maior demanda que nós teremos aqui em Cidade Tiradentes será com os idosos. Por isso nós implantamos o Descomplica lado a lado, onde cada idoso terá um atendimento humanizado e neste processo nós vamos inseri-los na inclusão digital para que eles possam evitar qualquer tipo de deslocamento e acessar esses serviços de forma digital”, explicou o secretário de Inovação e Tecnologia, Juan Quirós.

A nova unidade oferta serviços de Assistência e Desenvolvimento Social, como: CadÚnico, Carteira do Idoso para Transporte Interestadual e programas vinculados ao governo federal.

O Descomplica Cidade Tiradentes também foi pensado com atenção especial para a área de Direitos Humanos e Cidadania, oferecendo serviços como: acolhida e escuta para defesa de direitos; informações sobre programas governamentais voltados à juventude, imigrantes, população LGBT, pessoa idosa; o recebimento/encaminhamento de denúncias de violência e de discriminação (racial, contra idosos, imigrantes, população em situação de rua, mulher, crianças e adolescentes, homofobia, entre outros).

No novo equipamento o cidadão consegue emitir a Carteira de Trabalho, solicitar emissão do Bilhete Único e fazer o requerimento do seguro-desemprego, além de outros serviços. Para humanizar ainda mais o atendimento, em todas as unidades é realizado o atendimento lado a lado. Tanto o funcionário quanto o cidadão que procura o serviço ficam de frente para a tela do computador, proporcionando total transparência ao que está sendo feito. O cidadão acompanha o serviço, conhece o sistema, vê o caminho percorrido pelo atendente e acompanha os resultados. Isso aumenta a confiança no serviço.

Desde 2018, a Prefeitura de São Paulo entregou 9 (nove) unidades do Descomplica SP: Vila Maria/Vila Guilherme, São Miguel Paulista, Campo Limpo, Butantã, Santana/Tucuruvi, Jabaquara, Penha, São Mateus e Capela do Socorro. O percentual de satisfação dos usuários é de 99,52% e a meta é implantar unidades nas 32 Subprefeituras.

Comunidade Maravilha

Ainda na Cidade Tiradentes, o prefeito Ricardo Nunes também vistoriou as obras de pavimentação na Comunidade Maravilha. No local, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Subprefeitura Cidade Tiradentes, realiza obras para colocação de guia, sarjeta, passeio e asfaltamento em todas as ruas e vielas com investimentos de mais de R$ 6,5 milhões.

O secretário municipal de Subprefeituras, Alexandre Modonezi, também garantiu que a população terá uma praça. “Além disso, também faremos a drenagem para evitar que a água entre na casa das pessoas e, junto com isso, um trabalho com a Sabesp para canalização de esgoto”, disse.

 

SECOM – Prefeitura da Cidade de São Paulo
Telefones: 3113-8835/ 3113-8831
E-mail: imprensa@prefeitura.sp.gov.br
Acervo de vídeos
Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

fonte: https://www.capital.sp.gov.br/noticia/prefeitura-inaugura-a-10a-unidade-do-programa-descomplica-sp-na-cidade-tiradentes

Programa WiFi Livre proporcionará novos pontos de internet gratuitos para a população

Empresas terão 12 meses para efetuar a instalação após a conclusão da licitação

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia, publicou terça-feira (1º) o edital para instalação do WIFI LIVRE SP em 8 mil novas localidades. A medida proporcionará 41 mil novos pontos de internet de graça para a população paulistana. Em vista do planejamento inicial, pode-se dizer que, com esta ação, ao final de 2024 será entregue o dobro de pontos previsto na meta, que previa 20 mil novos pontos.

“Atualmente a cidade tem 1100 pontos e nosso Plano de Metas assegurava 20 mil pontos de WiFi Livre até 2024, mas a meta foi dobrada e isso impactará positivamente na vida da população”, enfatizou o prefeito Ricardo Nunes.

O WIFI LIVRE SP é um dos programas mais importantes da Prefeitura de São Paulo pois, através do acesso gratuito à internet surgem avanços significativos nas áreas mais sensíveis para o cidadão que são: educação, saúde, segurança e transporte.

Suporte técnico e manutenção

O pedido inclui contratação de empresas especializadas para o fornecimento de conectividade e para a prestação de serviços de instalação, configuração, operação e gerenciamento. Suporte técnico e manutenção de redes Wi-Fi, com acesso público à Internet, nas modalidades indoor (ambientes fechados) e outdoor (ambientes abertos), em localidades distribuídas em todas as regiões e bairros da Cidade de São Paulo, com fornecimento de toda a infraestrutura, serviços, equipamentos e links para acesso à Internet em cada um desses locais, conforme as condições e especificações contidas no Termo de Referência, também integram a iniciativa.

Após a assinatura do contrato, as empresas terão 12 meses para instalação.

“Os programas da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia buscam melhorar a praticidade na vida do povo paulistano e gerar oportunidade para uma evolução profissional e social. Com esses 41 mil novos pontos de internet gratuita faremos um importante trabalho para melhorar os programas oferecidos pela Prefeitura, sobretudo  nas periferias. A internet facilita o acesso à educação, proporciona melhorias nas áreas de saúde e segurança. Acredito que, quando agregamos tecnologia e inovação aos serviços, o cidadão só tem a ganhar”, afirma o secretário de Inovação e Tecnologia, Juan Quirós.

SECOM – Prefeitura da Cidade de São Paulo
Telefones: 3113-8835/ 3113-8831
E-mail: imprensa@prefeitura.sp.gov.br
Acervo de vídeos
Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

fonte: https://www.capital.sp.gov.br/noticia/programa-wifi-lvre-da-prefeitura-de-sao-paulo-proporcionara-novos-pontos-de-internet-gratuitos-para-a-populacao

Prefeitura destaca redução da burocracia e avanço tecnológico para atrair investimentos

Os programas tecnológicos e sociais foram temas de café da manhã em Lisboa com grupo de empresários portugueses.

Uma cidade moderna, com administração municipal preocupada com a desburocratização, com a eficiência pública no atendimento à população e acolhedora com imigrantes. Foi assim que o prefeito Ricardo Nunes descreveu São Paulo para um grupo de empresários portugueses durante café da manhã, nesta quinta-feira (3). Ele estava acompanhado com os secretários municipais de Relações Internacionais, Marta Suplicy, de Inovação e Tecnologia, Juan Quirós, de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso, além do diretor de investimentos e novos negócios da SP Negócios, Michael Cerqueira.

O prefeito destacou, por exemplo, o empenho em desburocratizar a máquina pública. “Essas ações permitiram, por exemplo, que o prazo para abertura de empresas na cidade caísse de 7 meses para 23 horas.”, relatou Ricardo Nunes. “Estamos focados nesse trabalho para garantir um atendimento cada vez melhor em áreas como saúde e educação”, finalizou o prefeito.

A ação de não aumentar o IPTU e de reduzir o Imposto Sobre Serviços (ISS) para diversos setores foi tema do encontro. “Mesmo reduzindo impostos, a nossa arrecadação melhorou”, afirmou o prefeito Ricardo Nunes, o que chamou a atenção dos empresários portugueses para a eficiência administrativa.

A simplificação nas questões de habitação de interesse social também foi destaque na fala do prefeito, que contou sobre o programa habitacional da cidade que quer comprar 45 mil imóveis. Na saúde, Ricardo Nunes salientou os atendimentos de alta complexidade que são feitas, como cirurgias oncológicas, que não fazem parte da responsabilidade legal da prefeitura.

Para mostrar o quanto a nossa cidade tem um olhar social, o prefeito explicou os programas sociais para moradores de rua e imigrantes. “São Paulo é acolhedora. Temos programas que colocam famílias com crianças e idosos em hotéis. No caso dos imigrantes, recebemos recentemente um grupo de 200 refugiados do Afeganistão”, expôs Ricardo Nunes.

Para finalizar, o destaque ficou por conta da equipe que hoje trabalha na prefeitura. “Temos hoje profissionais comprometidos com os interesses da cidade e com a ética”, disse o prefeito.

O prefeito Ricardo Nunes está em Lisboa para participar do São Paulo Day, que integra as atividades do Web Summit Lisboa até sexta-feira (4).Trata-se da maior conferência da Europa sobre a área de tecnologia, realizada anualmente desde 2009 e que promove aulas e encontros com empreendedores, investidores e profissionais da área de inovação. Durante o evento, ele lançou o Portal da Economia Paulistana.

 

SECOM – Prefeitura da Cidade de São Paulo
Telefones: 3113-8835/ 3113-8831
E-mail: imprensa@prefeitura.sp.gov.br
Acervo de vídeos
Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

fonte: https://www.capital.sp.gov.br/noticia/prefeito-destaca-reducao-de-burocracia-e-avanco-tecnologico-para-atrair-investimentos-para-a-capital

Educação abre inscrições para oficinas e palestras em seminário e mostra de tecnologias

Evento que ocorre na USP na próxima semana terá uma série de ações como exposição de trabalho e maratonas e desafios de robótica e programação

A Secretaria Municipal de Educação abriu as inscrições nesta quinta-feira (3) para o VII Seminário e Mostra de Tecnologias “Ação Promovendo a Reflexão” que ocorre no Centro de Pesquisa e Inovação / Inova USP nos dias 10 e 11 de novembro.

O evento vai reunir uma série de oficinas e palestras sobre educação maker, uso de tecnologias e recursos digitais, e aprendizagem centrada em problemas e baseadas em projetos. O objetivo é inspirar os educadores e estudantes que se mostram cada vez mais inventivos, criativos e protagonistas de sua aprendizagem.

Podem participar professores orientadores de educação digital (POED), professores regentes das variadas áreas de conhecimento, coordenadores pedagógicos, gestores e supervisores da Rede Municipal de SP. As inscrições podem ser feitas até o dia 7 de novembro. Clique aqui e faça já sua inscrição. (Link para um novo sítio)

Confira aqui a programação de oficinas.  (Link para um novo sítio)

Mostra e hackaton

Durante os dias 10 e 11 de novembro, os estudantes da Rede Municipal vão expor os trabalhos produzidos para a Mostra de Tecnologias. Há exemplos como robôs, projetos criados na impressora 3D, vídeos, protótipos de Cidades Inteligentes e utilizando e-lixo.

O evento ainda terá a JAM de robótica, que já se tornou uma tradição onde as equipes que mesclam estudantes de diferentes gêneros e idades participam de uma maratona de robótica com oito horas de duração.
Haverá também o hackaton em que os alunos precisam resolver um desafio de programação divididos em equipes de cinco integrantes acompanhadas de um professor responsável.

Embora a programação e o pensamento computacional sejam ferramentas de aprendizagem presentes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e que por isso precisam ser trabalhadas pelas escolas, elas já estavam previstas pelo Currículo da Cidade e são aplicadas na Rede Municipal desde 2017.

 

SECOM – Prefeitura da Cidade de São Paulo
Telefones: 3113-8835/ 3113-8831
E-mail: imprensa@prefeitura.sp.gov.br
Acervo de vídeos
Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

fonte: https://www.capital.sp.gov.br/noticia/educacao-abre-inscricoes-para-oficinas-e-palestras-em-seminario-e-mostra-de-tecnologias

6º Ciclo de uso dos cursos à distância da Alura de 2022

Já está disponível a lista de contemplados para o 6º Ciclo de uso dos cursos à distância da Alura de 2022.

A Alura é uma plataforma online de cursos de tecnologia que, em parceria com a Prefeitura, vem desde 2019 fornecendo cursos à distância para os servidores. Esta iniciativa faz parte do Programa Permanente de Capacitação que busca fomentar o desenvolvimento profissional dos servidores municipais das áreas de tecnologia.

O período de uso de licenças desse ciclo será de 01/11/2022 a 31/12/2022.

Confira abaixo a lista de contemplados!

Lista de contemplados

Nome completo Setorial Pontos pela governança
Jose Carlos da silva cabral Secretaria Municipal de Cultura 80
Camila Mortari Piaceteli Secretaria Municipal de Gestão 80
Evellyn Hermelina Costa Secretaria Municipal de Gestão 80
Letícia Nery de Figueiredo Secretaria Municipal de Gestão 80
PATRICK SPONHARDI LOPES Secretaria Municipal de Gestão 80
Rafael de Matos Silva Secretaria Municipal de Gestão 80
Rodrigo Lima Silva Secretaria Municipal de Gestão 80
SATRIA DE MORAIS SANT ANA Secretaria Municipal de Gestão 80
Wagner Santana Silveira Secretaria Municipal de Gestão 80
Alvaro Henrique Walder de Mello Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Andrew Solera Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Bruno Cesar Molinaro Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Carlos Rithyellen de Souza Leal Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Caroline dos Santos de Souza Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Cicero Gilmar de Oliveira Arruda Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Dennis Cardoso da Cunha Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Eliane Bispo do Nascimento dos Santos Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Ellen Tavares Pires de Oliveira Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Fabiana Maria Joana Gregorio Valerio Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Fábio Peres Consolini Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Felipe Barbosa Gomes Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Gabryella da Silva Pardinho Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Guilherme Augusto Monteiro dos Santos Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Guilherme Noguchi Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Guilherme Silva Tomaz Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Loyd Hiroki Kozawa Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Murillo Corvino Rocha Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Nobuyo Ishihara Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Rafael Neves Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Rhayanne Cavalcante Damião Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
ROBERT APARECIDO DOS SANTOS Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Sarah De Oliveira Alcâmtara Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Thyago Athayde Silveira de Oliveira Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 80
Carlos Eduardo Ribeiro da Costa Secretaria Municipal de Segurança Urbana 80
JURACI PEREIRA SILVA Secretaria Municipal de Habitação 70
Nayara Alves Coelho da Silva Secretaria Municipal de Habitação 70
Fernando Martins Fernandes Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras 70
Adinan Batista Alves Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 70
Ana Paula Batista de Macedo Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 70
Joao Lucas Silva Laurindo Cruz Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 70
Jonathan Augusto de Barros Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 70
Luan da Silva Carvalho Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 70
Mikael Lima Maia Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 70
RONALDO SILVEIRA COSTA Fundação Paulistana de Educação e Tecnologia (FUNDATEC) 60
Lucas Aversa Martins Secretaria do Governo Municipal 60
Alexander Max Calixto Secretaria Municipal de Educação 60
Eliel dos Santos Silva Secretaria Municipal de Educação 60
Murillo Falangola Martins Secretaria Municipal de Educação 60
Ricardo Olivatto Secretaria Municipal de Educação 60
Vítor Augusto Silva Ferragini Secretaria Municipal de Educação 60
Vítor Capparelli Silveira de Faria Secretaria Municipal de Educação 60
André da Silva Pereira Secretaria Municipal de Esportes e Lazer 60
Jems Okada de Sousa Araujo Secretaria Municipal de Esportes e Lazer 60
Raphael Gonçalves de Souza Dias Secretaria Municipal de Esportes e Lazer 60
Adriana Araújo Souza de Jesus Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 60
Daniella Oliva Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 60
Flávio Jimenez Verdi de Figueiredo Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 60
He Nem Kim Seo Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 60
Lara Quadros de Melo Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 60
LUCAS VIEIRA FIGLIUOLO Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 60
CAMILA BORGES DE OLIVEIRA Controladoria Geral do Município 55
Marcus Vinicius Serricchio Fontan Controladoria Geral do Município 55
Tatiane Nascimento de Souza Brandão Instituto de Previdência Municipal 55
Carolina Biella Procuradoria Geral do Município 55
Daniel Neves dos Santos Procuradoria Geral do Município 55
Ana Ligia dos Santos Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social 50
Fernanda Ferreira Araújo Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social 50
Guilherme Akira Nishio Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social 50
Bruno Azuma Balzano Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho 50
Bruno Laurindo da Paz Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho 50
Giovanna Bastos Ramalho Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho 50
Hugo da paixão Martins Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho 50
Larissa Oliveira Porfirio Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho 50
Samuel Dos Santos Pomarico Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho 50
Wierbley Alves de Moraes Subprefeitura Pirituba/Jaraguá 50
Andrew Santos de Araujo Marcolino Subprefeitura Guaianases 30
Miriã Romano Carvalho da Silva Subprefeitura Vila Prudente 30
Elisio Santos Mendonça Subprefeitura Capela do Socorro 25
Caio Roberto Ferreira Nahas CET – Companhia de Engenharia de Tráfego 20
Paulo Roberto Omuro CET – Companhia de Engenharia de Tráfego 20
Pedrina Alves CET – Companhia de Engenharia de Tráfego 20
Rafael Moreira Cosentino CET – Companhia de Engenharia de Tráfego 20
Victor Andre Magalhaes Azzi CET – Companhia de Engenharia de Tráfego 20
Vinicius Bouvier Orsi Subprefeitura Santo Amaro 20
Abner Montanheri Madureira Subprefeitura Vila Mariana 20

A Alura oferece mais de 1.000 cursos, conheça todos aqui: https://www.alura.com.br/cursos-online-tecnologia

Reunimos algumas dicas para um melhor aproveitamento do estudo à distância. Veja se elas combinam com o seu jeito de aprender e se é possível aplicar algumas delas à sua rotina.

De olho no tempo e na rotina

O que você não pode perder de vista: a carga horária a ser cumprida (16h) dentro do prazo estipulado – de 01 de setembro a 31 de outubro de 2022. Avalie qual é o melhor momento de iniciar a sua aprendizagem.

O indicado é que defina um tempo de dedicação ao conteúdo que se ajuste às demais atividades que você gosta ou que precisa fazer. Estudar todos os dias? Em dias intercalados? No final de semana? A distribuição do tempo precisa combinar com o seu ritmo, energia e disposição.

Com barulho ou sem barulho?

Local de estudo adequado é o que permite que você mantenha-se atento e concentrado. Não sendo possível, tente identificar o que te dispersa e faça as alterações possíveis para voltar ao foco.

Estudar até cansar ou não cansar de estudar?

A primeira opção remete à quantidade, que para algumas pessoas pode gerar desgaste e eventual descontinuidade da intenção de estudar. A segunda, remete à possibilidade de qualificar a assimilação do conteúdo, logo, um bom aproveitamento do curso.

O indicado é dar pausas, de 10’ a 15’, a cada 2h de dedicação aos estudos. Vale fazer o que mais te agrada, para diminuir o cansaço e suas variações – sonolência, impaciência, ansiedade ou qualquer outra sensação de sobrecarga.

Hábitos saudáveis

Ajudam! Se você ver valor e achar que vale a pena experimentar. Garantir um sono saudável, por exemplo, é fundamental para manter a atenção, concentração e memorização do que se aprende. Alimentos geradores de energia também favorecem o ânimo, a disposição e o foco.

Aproveite bem o conteúdo.

Boa aprendizagem!

Caso você não tenha sido contemplado com uma licença neste ciclo, veja abaixo como funciona o ranqueamento de interessados e entenda o que aconteceu. Se necessário, converse com a sua chefia e se planeje para atender aos critérios. Esperamos que no próximo ciclo você consiga!

Perguntas frequentes

  • 1ª Etapa: inscrição e manifestação de interesse.
  • 2ª Etapa: ranqueamento dos servidores e servidoras inscritos, de acordo com os critérios estipulados.
  • 3ª Etapa: divulgação da lista de contemplados e distribuição das licenças de uso da plataforma.

A licença fica disponível ao aluno durante um período determinado. Ao fim deste período, um novo ciclo, com novas inscrições, se iniciará.

Os períodos de 2022 serão:
✔ Período 1: Janeiro e Fevereiro
✔ Período 2: Março e Abril
✔ Período 3: Maio e Junho
✔ Período 4: Julho e Agosto
✔ Período 5: Setembro e Outubro
✔ Período 6: Novembro e Dezembro

Os servidores e servidoras que trabalham com Tecnologia da Informação e Comunicação ou com Análise de Dados nos órgãos da Prefeitura de São Paulo. Isso inclui somente servidores efetivos, comissionados e estagiários que demonstrarem interesse prévio, através de inscrição.

É vedada a atribuição de licença a terceiros contratados pela Administração.

O formulário de inscrição é divulgado a todos os líderes de TI dos órgãos setoriais da Prefeitura de São Paulo, os quais são responsáveis por divulgar a oportunidade aos demais servidores de tecnologia.

O servidor que desejar se inscrever, deverá preencher seus dados, concordar com todos os termos para o recebimento da licença e aguardar o resultado.

O período de inscrições será aberto em torno de 15 dias antes do início do período da licença ou do bimestre.

Geralmente a procura pelo curso é maior que a oferta de 85 licenças, por isso aplicamos os seguintes critérios para definir quem será contemplado: 

  1. Cumpriu a carga horária prevista nos cursos (EaD ou presencial), nos últimos seis meses, e portanto, não está na lista de impedimento. 
  2. O órgão setorial cumpriu os critérios da Política de Governança de Tecnologia:
    – Entregou o último Diagnóstico de Tecnologia – 15 pontos
    – Participou nos últimos 2 Fóruns de Tecnologia – 15 pontos (Penúltimo Fórum – 5 pontos; Último Fórum – 10 pontos)
    – Atualizou o PDSTIC, de acordo com os critérios – 25 pontos **
    – Posicionado no ranking da Escala de Maturidade – até 45 pontos:
         – Série A: 45 pontos
         – Série B: 35 pontos
         – Série C: 25 pontos
         – Série D: 15 pontos
         – Série E: 5 pontos
         – Série Inexistente: não pontua
  3. Manifestou interesse no ciclo anterior e não foi contemplado por conta do limite de 5 vagas disponibilizadas ao órgão setorial.
  4. Foi contemplado menos vezes com o acesso à Alura.
  5. Ordem de inscrição  

** Critérios para considerar o PDSTIC atualizado, por ciclo:

  • Ciclo 1: PDSTIC atualizado 2021 (até novembro)
  • Ciclo 2: PDSTIC 2021 atualizado (até janeiro) e PDSTIC 2022 aprovado
  • Ciclo 3: PDSTIC 2022 atualizado (até abril)
  • Ciclo 4: PDSTIC 2022 atualizado (até maio)
  • Ciclo 5: PDSTIC 2022 atualizado (até julho)
  • Ciclo 6: PDSTIC 2022 atualizado (até outubro)

 

OBS: Se após o ranqueamento acima ainda restar vagas disponíveis, elas serão distribuídas de acordo com a data de inscrição do candidato.

Ao receber uma licença, você assume duas responsabilidades:

  1. Cumprir o mínimo de 16 horas-aula, dentro do ciclo de 2 meses. As horas serão computadas apenas quando o curso for concluído.
  2. Fazer cursos relevantes ao seu trabalho dentro do órgão da Prefeitura.

Atenção!
Se atente aos prazos. Se você não concluir a quantidade mínima de horas-aula no fim do período você irá para a lista de impedimento de próximas inscrições.

1ª vez que recebo uma licença:
A própria Alura te enviará uma senha de acesso provisória no endereço de e-mail pessoal que você informou na inscrição.

Para entrar em sua nova conta, você deve acessar o portal da Alura e efetuar o login, usando esse e-mail pessoal informado e a senha enviada pela Alura.

O portal da Alura pode ser acessado pelo link a seguir: www.alura.com.br. Após acessar este endereço, clique em “Entrar”, no canto superior direito da tela.

Já recebi uma licença antes:
Se na nova inscrição você informou o mesmo e-mail pessoal (que usou em ciclos anteriores), você não receberá uma senha nova, sua conta permanecerá a mesma. O acesso será apenas renovado e você pode entrar na plataforma com a mesma senha que usou nos ciclos anteriores. 

Caso você tenha informado um e-mail pessoal diferente do usado anteriormente, a Alura criará uma nova conta para você e te enviará um e-mail com uma senha provisória.

Atenção:
Recomendamos que você informe o mesmo e-mail pessoal em toda nova inscrição, para que o seu acesso seja apenas renovado. Assim evita-se de criar mais de uma conta para a mesma pessoa.

Vai para a lista de impedimento aqueles que foram contemplados com cursos (tanto presenciais, quanto EaD) e não cumpriram a carga horária mínima estabelecida. Dessa forma, ficam impedidos de participar de novas oportunidades de capacitação oferecidas pelo Programa Permanente de Capacitação por 6 meses. Portaria SMIT-SMG nº11/2018

A sua conta na Alura permanecerá com o acesso aos certificados dos cursos realizados, bem como todo o seu histórico. Porém, você não terá permissão para realizar novos cursos, nem possuirá acesso ao material didático dos cursos finalizados.

Dúvidas sobre o conteúdo de um curso em específico:
Envie sua dúvida no Fórum específico de cada curso dentro da plataforma Alura. Veja como funciona.

Dúvidas sobre o uso da plataforma:
Entre em contato diretamente com a Alura, através do endereço: https://www.alura.com.br/contato

Ainda com dúvidas sobre critérios de ranqueamento, alocação de licenças, inscrições, entre outras relacionadas?
Entre em contato com a SMIT/CGTIC através do e-mail tecnologia@prefeitura.sp.gov.br

 

Topo