Categoria Notícias

1º Ciclo de uso dos cursos à distância da Alura de 2024

Já está disponível a lista de contemplados para o 1º Ciclo de uso dos cursos à distância da Alura de 2024.

A Alura é uma plataforma online de cursos de tecnologia que, em parceria com a Prefeitura, vem desde 2019 fornecendo cursos à distância para os servidores. Esta iniciativa faz parte do Programa Permanente de Capacitação que busca fomentar o desenvolvimento profissional dos servidores municipais das áreas de tecnologia.

O período de uso de licenças desse ciclo será de 16/01/2024 a 30/06/2024.

Confira abaixo a lista de contemplados!

Setorial Nome
Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo Allan Souza Lima
Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo Antonio Mauro Lopes Perides
Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo José Antonio Muller
Companhia de Engenharia e Tráfego Francisco Florentino de Sousa Filho
Companhia de Engenharia e Tráfego Mara Regina do Vale Alves Alvarez Ghibu
Companhia de Engenharia e Tráfego Marco Morino Edagi
Companhia de Engenharia e Tráfego Nelson Pereira de Souza
Companhia de Engenharia e Tráfego Vicente Alves Guimarães Filho
Controladoria Geral do Município Adailton Lemes
Controladoria Geral do Município Elisa Bosso Fernandes
Controladoria Geral do Município Genildo Luiz da Silva Junior
Controladoria Geral do Município Kelvin Peroli dos Reis
Controladoria Geral do Município Marília Miquelin de Oliveira
Fundação Paulistana de Educação e Tecnologia Thiago Possato Medeiros
Hospital do Servidor Público Municipal Thomas Gregory da Silva
Hospital do Servidor Público Municipal José Vieira Dias Junior
Instituto de Previdência Municipal Fabio Henrique Pelligotti
Instituto de Previdência Municipal Gabriela Rodrigues de Freitas
Procuradoria Geral do Município Cicero Gilmar de Oliveira Arruda
Procuradoria Geral do Município Huno Molina Rodrigues dos Santos
SP Obras Gilmar Conde Conceição
SP Obras Wagner Tristão Vargas
Secretaria Municipal da Fazenda André Correa da Silva
Secretaria Municipal da Fazenda Calemino Augusto Silva Mendes
Secretaria Municipal da Fazenda Fernando Brambilla do Nascimento
Secretaria Municipal da Fazenda Kaique Souza Costa
Secretaria Municipal da Fazenda Paula Piantino Vitiritti Cirelo
Secretaria Municipal da Fazenda Rodrigo Mallmann Guerra
Secretaria Municipal das Subprefeituras Alvaro Jose Martins Camara
Secretaria Municipal das Subprefeituras Arthur Lima Lopes de Oliveira
Secretaria Municipal das Subprefeituras Beatriz da Rocha
Secretaria Municipal das Subprefeituras Reinaldo Francisco dos Anjos
Secretaria Municipal das Subprefeituras Thiago Ferreira Miranda
Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social Guilherme Augusto Monteiro dos Santos
Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social João Rafael Calvo da Silva
Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social Lucas Ribeiro da Silva
Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social Tienes de Moura Junior
Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social Ursula Borges dos Santos Lima
Secretaria Municipal de Cultura José Carlos da Silva Cabral
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho Alicy Lorrainy dos Santos Azevedo
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho Hugo da Paixão Martins
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho Julio Gomes Silva
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho Matheus Maximiano de Souza
Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania Alexandre Yuuzo Tanabe
Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania Andrew Solera
Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania Edimilson Blanes Coutinho
Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania Gabriel Paganini Tavares de Oliveira
Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania Gustavo de Santana Badio Felipe
Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania Marcia Regina da Silva Cavalcanti
Secretaria Municipal de Educação Rafael Oliveira
Secretaria Municipal de Educação Flávio Cariel Ferreira
Secretaria Municipal de Educação Marcelo Barbosa de Oliveira
Secretaria Municipal de Educação Paulo Henrique Cardoso dos Santos
Secretaria Municipal de Esportes e Lazer Edmundo Aoyama
Secretaria Municipal de Esportes e Lazer Jems Okada de Sousa Araujo
Secretaria Municipal de Esportes e Lazer Paulo Guilherme Santos Rezende
Secretaria Municipal de Esportes e Lazer Renan Robson de Almeida
Secretaria Municipal de Esportes e Lazer Thiago Dias Barboza
Secretaria Municipal de Gestão Alester Mafra Mendonça
Secretaria Municipal de Gestão Davi Giugno
Secretaria Municipal de Gestão Eloisa Gomes Ledo Silva
Secretaria Municipal de Gestão Jefferson Leite dos Santos Olivato
Secretaria Municipal de Gestão Patrick Sponhardi Lopes
Secretaria Municipal de Gestão Rafael da Matta
Secretaria Municipal de Habitação Naja Domingos da Silva
Secretaria Municipal de Habitação Tiago Andrade Regueira
Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Fabrício Alves Cruz
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Álan Silva da Cruz
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Alvaro Henrique Walder de Mello
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Bruna Manali Martins
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Helen Jerônimo Martins
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Henrique Silva de Souza
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Lucas Aversa Martins
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Rafael Neves
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Raphael Rossato Caetano
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Thyago Athayde Silveira de Oliveira
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Victor Williams Stafusa da Silva
Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia Vitor Capparelli
Secretaria Municipal de Segurança Urbana Marcos Antonio Lima Ramos
Secretaria Municipal de Segurança Urbana Marcos Rogério do Nascimento
Secretaria Municipal de Segurança Urbana Paulo Jones Camargo
Secretaria Municipal de Segurança Urbana Roger Luis Sousa Felix
Secretaria Municipal de Segurança Urbana Vlademir Paulino da Silva
Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento César Maciel Ribeiro
Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento Kendi Souza Kurihara
Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento Lucas Vieira Figliuolo
Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento Renato Luiz da Silva
Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente Brunno Kauan Duarte de Goes
Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente Cassiane Vieira de Araújo Silva
Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente Daniela Fernandes da Silva
Secretaria de Governo Municipal David de Jesus Silva
Secretaria de Governo Municipal Gabriel Seren Franco
Subprefeitura Aricanduva/Formosa/Carrão Octavio Roberto Braga
Subprefeitura Capela do Socorro Edmilson Atanasio de Moraes Junior
Subprefeitura Ipiranga Carolina Francesco Pereira Lopes da Costa
Subprefeitura Itaim Paulista Josecir da Silva Santos
Subprefeitura Jabaquara Daniel Ventura
Subprefeitura Pirituba/Jaraguá Wierbley Alves de Moraes
Subprefeitura Santana/Tucuruvi Miriam Aparecida Fernandes Martins
São Paulo Urbanismo Rogerio Fazio de Souza
   

A Alura oferece mais de 1.000 cursos, conheça todos aqui: https://www.alura.com.br/cursos-online-tecnologia

Reunimos algumas dicas para um melhor aproveitamento do estudo à distância. Veja se elas combinam com o seu jeito de aprender e se é possível aplicar algumas delas à sua rotina.

De olho no tempo e na rotina

O que você não pode perder de vista: a carga horária a ser cumprida (50h) dentro do prazo estipulado – de 16 de janeiro a 30 de junho de 2024. Avalie qual é o melhor momento de iniciar a sua aprendizagem.

O indicado é que defina um tempo de dedicação ao conteúdo que se ajuste às demais atividades que você gosta ou que precisa fazer. Estudar todos os dias? Em dias intercalados? No final de semana? A distribuição do tempo precisa combinar com o seu ritmo, energia e disposição.

Com barulho ou sem barulho?

Local de estudo adequado é o que permite que você mantenha-se atento e concentrado. Não sendo possível, tente identificar o que te dispersa e faça as alterações possíveis para voltar ao foco.

Estudar até cansar ou não cansar de estudar?

A primeira opção remete à quantidade, que para algumas pessoas pode gerar desgaste e eventual descontinuidade da intenção de estudar. A segunda, remete à possibilidade de qualificar a assimilação do conteúdo, logo, um bom aproveitamento do curso.

O indicado é dar pausas, de 10’ a 15’, a cada 2h de dedicação aos estudos. Vale fazer o que mais te agrada, para diminuir o cansaço e suas variações – sonolência, impaciência, ansiedade ou qualquer outra sensação de sobrecarga.

Hábitos saudáveis

Ajudam! Se você ver valor e achar que vale a pena experimentar. Garantir um sono saudável, por exemplo, é fundamental para manter a atenção, concentração e memorização do que se aprende. Alimentos geradores de energia também favorecem o ânimo, a disposição e o foco.

Aproveite bem o conteúdo.

Boa aprendizagem!

Caso você não tenha sido contemplado com uma licença neste ciclo, veja abaixo como funciona o ranqueamento de interessados e entenda o que aconteceu. Se necessário, converse com a sua chefia e se planeje para atender aos critérios. Esperamos que no próximo ciclo você consiga!

Perguntas frequentes

  • 1ª Etapa: inscrição e manifestação de interesse.
  • 2ª Etapa: ranqueamento dos servidores e servidoras inscritos, de acordo com os critérios estipulados.
  • 3ª Etapa: divulgação da lista de contemplados e distribuição das licenças de uso da plataforma.

A licença fica disponível ao aluno durante um período determinado. Ao fim deste período, um novo ciclo, com novas inscrições, se iniciará.

Os períodos de 2024 serão:
✔ Período 1: Janeiro até Junho
✔ Período 2: Julho até Dezembro

Os servidores e servidoras que trabalham com Tecnologia da Informação e Comunicação ou com Análise de Dados nos órgãos da Prefeitura de São Paulo. Isso inclui somente servidores efetivos, comissionados e estagiários que demonstrarem interesse prévio, através de inscrição.

É vedada a atribuição de licença a terceiros contratados pela Administração.

O formulário de inscrição é divulgado a todos os líderes de TI dos órgãos setoriais da Prefeitura de São Paulo, os quais são responsáveis por divulgar a oportunidade aos demais servidores de tecnologia.

O servidor que desejar se inscrever, deverá preencher seus dados, concordar com todos os termos para o recebimento da licença e aguardar o resultado.

O período de inscrições será aberto em torno de 15 dias antes do início do período da licença ou do semestre.

Geralmente a procura pelo curso é maior que a oferta de 85 licenças, por isso aplicamos os seguintes critérios para definir quem será contemplado: 

  1. Cumpriu a carga horária prevista nos cursos (EaD ou presencial), nos últimos seis meses, e portanto, não está na lista de impedimento. 
  2. Manifestou interesse no ciclo anterior e não foi contemplado por conta do limite de 4 vagas disponibilizadas ao órgão setorial.
  3. Foi contemplado menos vezes com o acesso à Alura.
  4. Ordem de inscrição  

OBS: Se após o ranqueamento acima ainda restar vagas disponíveis, elas serão distribuídas de acordo com a data de inscrição do candidato.

Ao receber uma licença, você assume duas responsabilidades:

  1. Cumprir o mínimo de 50 horas-aula, dentro do ciclo de 6 meses. As horas serão computadas apenas quando o curso for concluído.
  2. Fazer cursos relevantes ao seu trabalho dentro do órgão da Prefeitura.

Atenção!
Se atente aos prazos. Se você não concluir a quantidade mínima de horas-aula no fim do período você irá para a lista de impedimento de próximas inscrições.

1ª vez que recebo uma licença:
A própria Alura te enviará uma senha de acesso provisória no endereço de e-mail pessoal que você informou na inscrição.

Para entrar em sua nova conta, você deve acessar o portal da Alura e efetuar o login, usando esse e-mail pessoal informado e a senha enviada pela Alura.

O portal da Alura pode ser acessado pelo link a seguir: www.alura.com.br. Após acessar este endereço, clique em “Entrar”, no canto superior direito da tela.

Já recebi uma licença antes:
Se na nova inscrição você informou o mesmo e-mail pessoal (que usou em ciclos anteriores), você não receberá uma senha nova, sua conta permanecerá a mesma. O acesso será apenas renovado e você pode entrar na plataforma com a mesma senha que usou nos ciclos anteriores. 

Caso você tenha informado um e-mail pessoal diferente do usado anteriormente, a Alura criará uma nova conta para você e te enviará um e-mail com uma senha provisória.

Atenção:
Recomendamos que você informe o mesmo e-mail pessoal em toda nova inscrição, para que o seu acesso seja apenas renovado. Assim evita-se de criar mais de uma conta para a mesma pessoa.

Vai para a lista de impedimento aqueles que foram contemplados com cursos (tanto presenciais, quanto EaD) e não cumpriram a carga horária mínima estabelecida. Dessa forma, ficam impedidos de participar de novas oportunidades de capacitação oferecidas pelo Programa Permanente de Capacitação por 6 meses. Portaria SMIT-SMG nº11/2018

A sua conta na Alura permanecerá com o acesso aos certificados dos cursos realizados, bem como todo o seu histórico. Porém, você não terá permissão para realizar novos cursos, nem possuirá acesso ao material didático dos cursos finalizados.

Dúvidas sobre o conteúdo de um curso em específico:
Envie sua dúvida no Fórum específico de cada curso dentro da plataforma Alura. Veja como funciona.

Dúvidas sobre o uso da plataforma:
Entre em contato diretamente com a Alura, através do endereço: https://www.alura.com.br/contato

Ainda com dúvidas sobre critérios de ranqueamento, alocação de licenças, inscrições, entre outras relacionadas?
Entre em contato com a SMIT/CGTIC através do e-mail tecnologia@prefeitura.sp.gov.br

 

A Prefeitura de São Paulo através da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia expande rede do Descomplica SP com três novas unidades

Programa passará a ter 14 unidades nas subprefeituras da capital paulista. A SMIT destaca a importância da digitalização desses serviços

Nesta Sexta-feira, 22, o Prefeito Ricardo Nunes e o Secretário da Pasta, o delegado Bruno Lima, inauguraram a 14° unidade do Descomplica SP, na Freguesia do Ó, além do ato de descerramento da placa do Descomplica Digital Sé e Sapopemba. O evento contou com outros nomes importantes e firmou o comprometimento da atual gestão em melhorar os serviços de atendimento à população paulistana.

Em pronunciamento, o Prefeito Ricardo Nunes destacou o alto índice de aprovação do programa e elogiou o Secretário Bruno Lima pelo bom desempenho da pasta:

“A Prefeitura de São Paulo tem trabalhado para aproximar a população do serviço público. Um trabalho para que a gente possa ter um atendimento com agilidade. Hoje o índice de satisfação entre os atendidos é de 99,71%. E a vinda do delegado Bruno Lima com a sua equipe trouxe uma dinâmica muito grande” – enfatizou.

Já o Secretário Bruno Lima agradeceu o Prefeito da cidade e falou sobre o crescimento do programa em 2023, ano que assumiu o cargo da pasta, e as metas para 2024:

“Nós tínhamos 10 unidades, já estamos com 14, e até março vamos zerar a meta de entrega do programa. Só em janeiro, iremos entregar as unidades da Lapa, Vila Mariana, Jaçanã, Cidade Ademar, Perus, Vila Prudente, M’Boi Mirim e Santo Amaro” – comemora.

Até então eram onze unidades distribuídas pelas subprefeituras. A mais recente tinha sido inaugurada no bairro do Ipiranga, este ano. Agora são 14 unidades do Descomplica espalhadas pela capital, e estima-se outras 18 unidades até março de 2024, o que trará mais facilidade para os cidadãos, principalmente para quem mora na região. Para Rosimeire de Assis, moradora do Jardim Maristela, sub-bairro da Freguesia do Ó, era difícil conseguir um bom atendimento, ainda mais que resolvesse a sua solicitação:

“antes, aqui na região, não existia um Descomplica, estava abandonada. O atendimento era péssimo. Agora sim estou feliz. Estou aqui para conseguir pavimentação para a minha rua e a atendente foi super atenciosa” – relata.

O programa tem em média 700 solicitações de atendimento por dia, em quase todas as unidades. Exceto em São Miguel Paulista, que chega a mil solicitações diárias, por ser a unidade mãe e maior entre todas. Já na Freguesia do Ó, a estimativa é de 800 atendimentos por dia, enquanto as unidades Sé e Sapopemba atenderão em média 300 e 150, respectivamente. Claudia dos Santos, Supervisora de Formação e Capacitação em Atendimento do Programa Descomplica SP, informa que a demanda digital fez com que a qualidade no atendimento presencial melhorasse, dando mais conforto ao cidadão na infraestrutura e humanizando mais o atendimento. Ela destaca que o ótimo desempenho de satisfação tem a ver com a capacitação de todos os funcionários, que hoje está na casa de mil, entre palestras, dinâmicas e atividades para desenvolver habilidade de inteligência emocional para um atendimento de excelência.

Entre os serviços mais requisitados estão a inscrição e atualização para benefícios sociais, solicitação do Bilhete Único para idosos, registro e consulta de empregos, além do processo de requisição do seguro-desemprego. Outro serviço importante é a disponibilização do “Totem PoupaTempo” para emissão de segunda via de RG e CNH, por exemplo.
Os atendimentos são realizados mediante agendamento prévio, de segunda a sexta-feira, entre às 8hs e às 17hs.
O início
O projeto-piloto foi desenvolvido na praça de atendimento da Subprefeitura de São Miguel Paulista, na Zona Leste e começou em março de 2018. Desde sua abertura, o Descomplica SP já realizou mais de 500 mil atendimentos na Capital, com um índice de satisfação de 99% pelos cidadãos.
A política é o início da concretização da Política de Atendimento ao Cidadão da Prefeitura de São Paulo, que estabelece, por meio da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia, diretrizes e padrões de excelência nos serviços ofertados pela administração municipal, incluindo aqueles prestados por terceiros ou mesmo por empresas contratadas.

As unidades do Descomplica são: Campo Limpo, Capela do Socorro, Cidade Tiradentes, Jabaquara, Penha, Santana/Tucuruvi, São Mateus, São Miguel Paulista, Vila Maria/Vila Guilherme e Ipiranga. Agora: Sé Digital, Sapopemba e Freguesia do Ó.

Mais informações:
Assessoria de Comunicação da SMIT
inovacao@prefeitura.sp.gov.br

Regras de uso dos cursos à distância da Alura de 2024

A Alura é uma plataforma online de cursos de tecnologia que, em parceria com a Prefeitura, vem desde 2019 fornecendo cursos à distância para os servidores. Esta iniciativa faz parte do Programa Permanente de Capacitação que busca fomentar o desenvolvimento profissional dos servidores municipais das áreas de tecnologia.

A Alura oferece mais de 1.400 cursos, conheça todos aqui: https://www.alura.com.br/cursos-online-tecnologia

Regras de Distribuição das Licenças

Os servidores e servidoras que trabalham com Tecnologia da Informação e Comunicação ou com Análise de Dados nos órgãos da Prefeitura de São Paulo. Isso inclui somente servidores efetivos, comissionados e estagiários que demonstrarem interesse prévio, através de inscrição.

É vedada a atribuição de licença a terceiros contratados pela Administração.

O interesse será registrado através da inscrição, aberta e divulgada a todos os líderes de TI de órgãos setoriais da Prefeitura de São Paulo.

O servidor que desejar se inscrever, deverá preencher seus dados, concordar com todos os termos para o recebimento da licença e aguardar o resultado.

O período de inscrições será aberto em torno de 15 dias antes do início de cada ciclo de capacitação.

  • Cumprir o mínimo de 50 horas em cursos efetivamente concluídos dentro do período do ciclo;
  • A carga horária mínima deve ser alcançada em cursos concluídos dentro das categorias indicadas pelo agente público no momento da inscrição e que tenham relação com seu trabalho dentro do órgão da Prefeitura.

Importante: Caso o agente público não cumpra a carga horária mínima ficará impedido de participar de outras capacitações promovidas pela Prefeitura pelo prazo de 6 meses (previsto na Portaria Conjunta nº 11/SMIT-SG/2018).

Será realizada com base em períodos de inscrições e no levantamento de demandas realizado pelo órgão central (SMIT/CGTIC), de forma a contemplar a maior quantidade possível de servidores/as durante o ano de 2024.

Para cada ciclo as licenças serão distribuídas para os agentes públicos inscritos seguindo os critérios abaixo:

  1. O agente público não deve estar impedido segundo critérios da Portaria Conjunta nº 11/SMIT-SG/2018; 
  2. O agente público deve descrever claramente a relação entre os cursos que se pretende realizar e as atividades e funções exercidas em seu trabalho; 
  3. Limite de 4 vagas por órgão setorial; 
  4. Ordem de inscrição (os primeiros inscritos terão preferência em relação aos últimos). 

Os ciclos de 2024 serão:

1º Semestre: de 22/01/2024 à 14/07/2024

2º Semestre: de 15/07/2024 à 31/12/2024

Nos termos da Portaria Conjunta nº 11/SMIT-CG/2018, as pessoas que não cumprirem a carga horária mínima estabelecida poderão ficar impedidas de participar de novas oportunidades de capacitação oferecidas pela Prefeitura por 6 meses.

A conta do usuário/a na Alura permanecerá com o acesso aos certificados dos cursos realizados, bem como todo o seu histórico. Todavia, não terá permissão para realizar novos cursos nem acesso ao material didático dos cursos finalizados.

✔ Caso possua dúvida sobre o conteúdo de um curso específico, ou não tenha ficado claro determinado assunto do curso, envie sua dúvida no fórum específico de cada curso dentro da plataforma Alura.

✔ Dúvidas relativas ao uso da plataforma, entrar em contato através do endereço: https://www.alura.com.br/contato

✔ Dúvidas acerca da alocação da licença, bem como critérios e outras dúvidas relacionadas, solicitamos que entre em contato com a SMIT/CGTIC através do e-mail tecnologia@prefeitura.sp.gov.br

✔ Caso sua dúvida não tenha sido solucionada, solicitamos que entre em contato conosco através do e-mail tecnologia@prefeitura.sp.gov.br

 

Reunimos algumas dicas para um melhor aproveitamento do estudo à distância. Veja se elas combinam com o seu jeito de aprender e se é possível aplicar algumas delas à sua rotina.

De olho no tempo e na rotina

O que você não pode perder de vista: a carga horária a ser cumprida (50 horas) dentro do prazo do ciclo de capacitação. Avalie qual é o melhor momento de iniciar a sua aprendizagem.

O indicado é definir um tempo de dedicação ao conteúdo que se ajuste às demais atividades que você gosta ou que precisa fazer. Estudar todos os dias? Em dias intercalados? No final de semana? A distribuição do tempo precisa combinar com o seu ritmo, energia e disposição.

Com barulho ou sem barulho?

Local de estudo adequado é o que permite que você mantenha-se atento e concentrado. Não sendo possível, tente identificar o que te dispersa e faça as alterações possíveis para voltar ao foco.

Estudar até cansar ou não cansar de estudar?

A primeira opção remete à quantidade, que para algumas pessoas pode gerar desgaste e eventual descontinuidade da intenção de estudar. A segunda, remete à possibilidade de qualificar a assimilação do conteúdo, logo, um bom aproveitamento do curso.

O indicado é dar pausas, de 10’ a 15’, a cada 2h de dedicação aos estudos. Vale fazer o que mais te agrada, para diminuir o cansaço e suas variações – sonolência, impaciência, ansiedade ou qualquer outra sensação de sobrecarga.

Hábitos saudáveis

Ajudam! Se você ver valor e achar que vale a pena experimentar. Garantir um sono saudável, por exemplo, é fundamental para manter a atenção, concentração e memorização do que se aprende. Alimentos geradores de energia também favorecem o ânimo, a disposição e o foco.

Aproveite bem o conteúdo.

Boa aprendizagem!

A Prefeitura de São Paulo em conjunto com a Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia participa da Expo Favela Innovation 2023

O programa “Vai Tec” selecionará 24 empreendedores de periferia com valor de 45 mil reais para investimento. O Prefeito Ricardo Nunes destaca a importância de impulsionar o mercado afro e periférico

Nos dias 01, 02 e 03 de dezembro a cidade de São Paulo celebrou a edição nacional do Expo Favela Innovation, na Expo Center Norte, zona norte da capital. Entre os convidados, o Prefeito Ricardo Nunes e o Secretário da pasta de Inovação e Tecnologia, o delegado Bruno Lima, marcaram presença na celebração. Workshops, palestras, games, exposições, rodas de negócios, shows e celebração de movimentos musicais como funk e o samba foram os destaques da programação.

A Agência São Paulo de Desenvolvimento (ADE SAMPA) em conjunto com a Secretaria de Cultura foram os organizadores dessa parceria com a Expo Favela. O samba e sua história foi o grande homenageado nessa nova edição, assim com o funk. O Analista de Relações Institucionais da ADE SAMPA, João Melo, explica a forte relação da escolha do tema para o festival:

“Para isso foi pensado no protagonismo da música com a favela. Queríamos contar a história do samba, assim como do funk também… pensamos em oficinais interativas, que contasse essa narrativa com jogo da memória, interação do público com instrumentos do samba e oficinas de beat funk.” – afirma.

Para Celso Athayde, idealizador do evento, levar novidades ao mercado já é a essência da periferia, que sempre soube empreender e reinventar os negócios e as necessidades de seu público, e que falta de capital no investimento para os negócios de empreendedores pretos e periféricos é o grande problema. Segundo dados do IBGE 2021, existe um desfalque na rentabilidade de pessoas pretas, que têm 40% a menos que brancos em rendimento mensal. Pensando em ajudar a promover ações assim, o programa “Vai Tec” da prefeitura de São Paulo – programa de aceleração de startups  voltado para a periferia de São Paulo – com startups na área de tecnologia, lançará edital que selecionará 24 empreendedores que residam nas periferias de São Paulo, em parcerias com outras 24 empresas, com aporte financeiro de R$ 45 mil por empresa, além de seis meses de mentoria e assessoria financeira. O edital tem previsão para janeiro de 2024, mas quem tiver interesse já pode realizar as pré-inscrições. Os vencedores de cada Expo Favela regional também contaram com a aceleração da “Vai Tech” e competiram na edição nacional por um prêmio de R$ 80 mil. 

O Prefeito Ricardo Nunes se pronunciou sobre a importância de um evento como esse, e como foi a articulação com a Central Única das Favelas (CUFA), e o relacionamento de longa data. Ele saudou o Presidente da ADE SAMPA, Renan Vieira, o secretário da pasta de Inovação e Tecnologia, o delegado Bruna Lima –  que teve como propósito reforçar os projetos voltados aos cidadões de periferia: ampliação do Wi-Fi, Telecentros e Cine Favela 3D – e o secretário adjunto da pasta de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Armando Júnior, que estiveram no evento e ressaltaram os projetos:
“Nós não estamos só vindo visitar, estamos participando junto da CUFA da Expo Favela durante todo o ano, e as ações que vem surgindo desse evento aqui, como o edital que estamos lançando hoje.” Está aqui todo o nosso stand da prefeitura de São Paulo e todas as nossas ações de políticas públicas das mais diversas áreas.” – explica.

O evento contou com 20 mil inscritos, 33 mil visitantes,  500 expositores e 537 workshops.

Mais informações:
Assessoria de Comunicação da SMIT
inovacao@prefeitura.sp.gov.br

29º Fórum Técnico de Tecnologia da Informações e Comunicação – Planejamento de TIC

O 29º Fórum Técnico de Tecnologia da Informação e Comunicação teve como tema Planejamento de TIC e foi realizado no formato virtual na plataforma Microsoft Teams. O evento contou com a participação dos líderes de TIC dos órgãos setoriais da Prefeitura Municipal de São Paulo e convidados, ao total77 pessoas participaram do fórum.  

O chefe de gabinete, Roger Willians, iniciou o fórum agradecendo a presença de todos os participantes e ressaltou a importância do tema planejamento de TIC e a qualidade necessária para tratar dos assuntos de tecnologia para aprimorar os serviços que a prefeitura oferece para o cidadão. Finalizando, desejou em nome do Secretário Bruno Lima, um bom fórum a todos.  

 

Prosseguindo, a Coordenadora da CGTIC (Coordenadoria de Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação), Cláudia Ciufatelli Barale, informou a autorização para realização do concurso público para preencher 52 vagas de analista de TIC, que deverá suprir várias necessidades realmente urgentes. A expectativa é que o concurso ocorra em meados do próximo ano. Barale agradeceu a participação de todos e passou a palavra para o analista Rafael Neves, que deu prosseguimento ao fórum apresentando a agenda do dia. 

A primeira apresentação foi realizada pelo Sr. Anderson Cunha, especialista e parceiro Gartner, e teve como tema: “Planejamento nas Corporações em Geral”.  

 

Após uma breve apresentação pessoal e da empresa Gartner, Cunha abordou o tema mais prioritário da tecnologia nos setores, o planejamento estratégico e eficiente para criar planos de ação que conversam com a estratégia de negócios do setor público, estratégia de cidadão, valor, função de cada um nas organizações e todos os mecanismos de atuação do setor público.  

 

Abordou também as melhores práticas de planejamento estratégicos, na construção dos processos, quais as práticas que precisam adotar e quais estão fazendo mais falta dentro do planejamento. Cunha encerrou esse tópico com a frase: “Nada mais eficiente que um servidor público aparelhado com ferramentas e plataforma de última geração. 

 

Um ponto relevante foi a análise do que é importante na hora de definir o direcionamento, como mapear o que o negócio pretende fazer e o que significa sucesso para o negócio.  

Anderson Cunha reforçou a importância de definições estratégicas, de um bom plano estratégico e quem precisa ser envolvido e as questões de governança e os limites para direcionar os esforços no planejamento estratégico. 

A apresentação será enviada aos participantes desse fórum por e-mail.  

 

Em seguida o analista Fabio Peres Consolini apresentou o planejamento de tecnologia na Prefeitura de São Paulo, mostrou os instrumentos de governança que auxiliam o planejamento de TIC. Consolini explicou que o diagnóstico de TIC é solicitado todo início de ano por meio de uma avaliação direcionada para o órgão. Dessa forma o órgão acaba descobrindo o seu próprio cenário e com isso consegue planejar as atualizações ou aquisições necessárias. 

 

Consolini apresentou ainda a ferramenta FATIMA (Ferramenta de Acompanhamento de Tecnologia da Informação e sua Maturidade) e mostrou o passo a passo para elaborar o plano Diretor Setorial de TIC e seus impactos na Escala de Maturidade. Por fim, apresentou brevemente a agenda do planejamento para o ano de 2024.

 

O analista Rafael Neves explicou sobre a licença de capacitação Ead da Alura e sobre a discussão do novo contrato com mais licenças. Neves disse que estão solicitando mais licenças baseados na demanda que é alta, hoje são 85 vagas disponíveis para uma lista que chega a 200 servidores interessados. 

Em seguida foi aberto um espaço para dúvidas e finalizando o fórum, o analista Rafael Neves encerrou agradecendo a participação de todos.

 

Data: 22/11/2023;  

 

Via: Vídeo conferência via Microsoft Teams; 

 

Participantes: Aproximadamente 77 pessoas.  

 

Palestrantes:   

 

Anderson Cunha – (Executive Partner Data & Analytics – Gartner) 

 

Fabio Consolini (SMIT/CGTIC/DEGOV)  

  

 

 

Acesse abaixo o material da apresentação do 29º Fórum Técnico de TIC.

Veja algumas imagens do 29º FTTIC

Saiba mais sobre o Fórum Técnico de Tecnologia da Informação e Comunicação – FTTIC

O Fórum Técnico de Tecnologia da Informação e Comunicação – FTTIC consiste no conjunto dos responsáveis técnicos em Tecnologia da Informação e Comunicação dos Órgãos Setoriais que compõe o Sistema Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação – SMTIC. Criado através do Decreto 57.653/2017, que dispõe sobre a Política Municipal de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação – PMGTIC, os líderes dos órgãos participam de encontros periódicos que buscam como principais objetivos:

I – Promover a integração entre responsáveis técnicos em tecnologia da informação dos Órgãos Setoriais;

II – Alinhar as questões relativas à PMGTIC, especialmente quanto aos instrumentos de governança de tecnologia da informação e comunicação;

III – Acelerar a resolução das questões técnicas dos órgãos setoriais, bem como das dúvidas potencialmente comuns a todos, promovendo o aumento de maturidade em tecnologia da informação e comunicação;

IV – Prover o Órgão Central de informações a respeito da materialização das ações da PMGTIC em cada órgão, debatendo seus principais aspectos e implicações;

V – Possibilitar aos Órgãos e Entidades Setoriais, meio para a apresentação de propostas de melhorias nos instrumentos de governança, bem como na implementação da PMGTIC.

Para acessar os últimos fóruns realizados clique aqui .

Capital abre inscrições para curso gratuito de desenvolvimento de aplicativos

As aulas, com carga horária de 120 horas, terão início dia 22 e serão ministradas no Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, na Zona Leste da capital

A Fundação Paulistana, vinculada à Secretaria Municipal de Governo da Prefeitura de São Paulo, responsável por promover diversas formações de capacitação profissional gratuitas, abriu as inscrições para um novo curso no âmbito da tecnologia. Com carga horária de 120 horas, as aulas de “Desenvolvimento de Aplicativos Mobile com Sistema Mobile” terão início em 22 de novembro, nas instalações do Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes (CFCCT), na Zona Leste. Seu objetivo é capacitar os munícipes no desenvolvimento de aplicativos por meio das lógicas de programação, além de influenciar o empreendedorismo.

O curso será dividido em dois módulos: Conhecimento Básico em Lógica de Programação (40h) e Introdução ao Desenvolvimento de Aplicativos Mobile (80h). Além disso, as aulas, de maneira prática e teórica, irão fundamentar junto aos alunos as seguintes técnicas: sistema mobile em Android e iOS; studio para sistema mobile; criação e desenvolvimento de aplicativos; implementação de telas via editor visual ou código-fonte e por fim, os conceitos, ciclo de vida e aplicação de programação mobile. Após finalizar toda a carga horária os alunos receberão um certificado de conclusão.

Para ingressar é necessário ter idade mínima de 16 anos e estar cursando ou concluído o ensino fundamental. As inscrições podem ser realizadas até 20 de novembro, por meio de preenchimento do formulário.

HORÁRIO DAS AULAS:

Segunda a Sexta:
– Manhã: 8h às 12h
– Tarde: 13h às 17h
– Noite: 18h às 22h

Local: Polo 1 – Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes (CFCCT)
Rua Inácio Monteiro, 6900 – Jardim São Paulo – São Paulo SP

Prefeitura promove encontro internacional sobre tecnologia no Vale do Anhangabaú

Evento, em parceria com a empresa Hub Brussels, será realizado na próxima terça-feira (7), no Espaço Inspira Sampa, no Vale do Anhangabaú

A Prefeitura promove na próxima terça-feira (7), no Espaço Inspira Sampa, localizado no Vale do Anhangabaú, o Encontro Internacional sobre como a Tecnologia pode Potencializar a Inclusão Social, a partir das 13h. Trata-se de uma parceria por meio da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SMIT) com a Agência de Desenvolvimento Econômico de Bruxelas (Hub Brussels). O evento será realizado em língua inglesa, com tradução simultânea.
 
O encontro contará com o apoio da Secretaria Municipal de Relações Internacionais (SMRI) e a Prodam. Terá a participação dos diretores dos programas Fab Lab Livre SP, Telecentros e WiFi Livre SP.  O objetivo é avaliar o que tem funcionado e quais ações são necessárias para potencializar ainda mais a inclusão digital na sociedade.
 
A mesa-redonda será composta por 20 participantes e o público-alvo será composto por atores envolvidos em ações ou questões relacionados à inclusão tecnológica.
 
Democratização
 
Embora o Brasil, segundo o Censo do IBGE 2022, tenha mais de 90% da população com acesso à internet, por meio de algum dispositivo eletrônico, mais de 34 milhões de brasileiros nunca acessaram a rede e 87 milhões não conseguem se conectar todos os dias. Portanto, a Prefeitura acredita que democratizar essa ferramenta e torná-la acessível é um grande passo para melhoria de vida das minorias com um futuro melhor.
 
Confira a programação  (sujeita a alteração)
 
13h –  Welcome finger food
 
13h20 – Prodam: boas vindas
 
13h25 – Abertura: Dieter Poleyn, diretor da agência Hub.Brussels no Brasil
 
13h30 – Sarah Alcântara: Secretaria de Inovação e Tecnologia de São Paulo
 
13h40 – Laís Hilário, diretora Programa WiFi Livre SP: Inclusão digital e o caminho do cidadão para alcance da inclusão social em São Paulo
 
13h50 – Luiz Buccini, diretor dos Telecentros: Letramento digital em São Paulo
 
14h – Raphael Rossato Caetano, diretor dos Fab Labs: Democratização da fabricação digital e casos de sucesso da rede Fab Lab Livre SP
 
14h10 – Ibrahim Ouassari, fundador e CEO do Centro Molengeek de Bruxelas: Como a tecnologia pode melhorar a inclusão social?
 
14h20 – Luciano Gurgel, diretor executivo na Artemisia: Como os negócios de impacto de inclusão digital têm colaborado com o tema da inclusão produtiva no Brasil
 
14h25 – Gustavo Glasser, fundador e CEO do Carambola: Desafios e oportunidades da inclusão digital na sociedade brasileira
 
14h30 – Debate: abertura para questões e respostas
 
14h45 – Networking e encerramento
 

6º Ciclo de uso dos cursos à distância da Alura de 2023

Já está disponível a lista de contemplados para o 6º Ciclo de uso dos cursos à distância da Alura de 2023.

A Alura é uma plataforma online de cursos de tecnologia que, em parceria com a Prefeitura, vem desde 2019 fornecendo cursos à distância para os servidores. Esta iniciativa faz parte do Programa Permanente de Capacitação que busca fomentar o desenvolvimento profissional dos servidores municipais das áreas de tecnologia.

O período de uso de licenças desse ciclo será de 01/11/2023 a 31/12/2023.

Confira abaixo a lista de contemplados!

Nome Setorial Pontos pela Governança
Adinan Batista Alves Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 45
Alexander Max Calixto Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Alvaro Henrique Walder de Mello Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Andrew Solera Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania 25
Anna Julia Pereira Silva SP Urbanismo 45
Beatriz da Rocha Secretaria Municipal das Subprefeituras 25
Bianca de Souza Santos Subprefeitura Ipiranga 35
Bruno Azuma Balzano Secretaria do Governo Municipal 35
Bruno Cesar Molinaro Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Bruno Mikael Oliveira de Souza Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 45
Carolina Biella Procuradoria Geral do Município 45
Carolina Francesco Pereira Lopes da Costa Subprefeitura Ipiranga 35
Caroline dos Santos de Souza Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Cassiane Vieira de Araújo Silva Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 45
Cauã Coutinho Contier CET – Companhia de Engenharia de Tráfego 30
Clara Moraes de Camargo Silva Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social 45
Daniel Neves dos Santos Secretaria Municipal de Educação 35
Danylo Alves de Oliveira Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 55
Dennis Cardoso da Cunha Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
DJANILDO PEDRO DE LIMA Subprefeitura Itaquera 15
Edmundo Aoyama Secretaria Municipal de Esportes e Lazer 60
Eduarda Bueno Ariede Controladoria Geral do Município 45
Eduardo Alves da Silva Secretaria Municipal das Subprefeituras 25
Eliel dos Santos Silva Secretaria Municipal de Educação 35
Eliseu Esau dos Santos Subprefeitura Vila Maria/Vila Guilherme 15
Evellyn Hermelina Costa Secretaria Municipal de Gestão 30
Fábio Peres Consolini Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Filipe Pereira Nunes de Carvalho Procuradoria Geral do Município 45
Flávio Jimenez Verdi de Figueiredo Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Gabriela Maria de Mello Cavalcanti Tenorio Subprefeitura Vila Mariana 20
Giovanni Herminio Rossi Santos Fundação Theatro Municipal 15
Guilherme Augusto Monteiro dos Santos Secretaria Municipal de Assistencia e Desenvolvimento Social 45
Guilherme Noguchi Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Guilherme Silva Tomaz Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Gustavo de Lima dos Santos Fundação Theatro Municipal 15
Gustavo Mendes de Lima Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 55
Heloisa Barreto De Morais Greghi Secretaria Municipal de Gestão 30
Henrique da Silva Pereira Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 45
Huno Molina Rodrigues dos Santos Procuradoria Geral do Município 45
JOÃO PAULO JUSTINO CHAVES Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social 45
João Vitor Dias do Nascimento Costa Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 55
Jonas Ismar Marcal fonseca SP Urbanismo 45
José de Arimatéa de Serpa Brandão Sobrinho Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes 15
Juliette Maria Alfonso Frederico Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 55
JURACI PEREIRA SILVA Secretaria Municipal de Habitação 65
KAMILA ROCHA SOARES CET – Companhia de Engenharia de Tráfego 30
Kauan da Silva Queiroz Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente 45
Lucas Aversa Martins Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Lucas Patrício da Silva Subprefeitura Ipiranga 35
Lucas Ribeiro da Silva Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social 45
Marcelo Antonio Nunes Francesconi Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento 55
Marcus Vinicius Serricchio Fontan Controladoria Geral do Município 45
Matheus Marques Jorge Secretaria Municipal de Relações Internacionais 15
Matheus Maximiano de Souza Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho 55
Murillo Corvino Rocha Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Murillo Falangola Martins Secretaria Municipal de Educação 35
Octavio Roberto Braga Subprefeitura Aricanduva/Vila Formosa 15
PATRICK SPONHARDI LOPES Secretaria Municipal de Gestão 55
Paulo Guilherme Santos Rezende Secretaria Municipal de Esportes e Lazer 60
PAULO JULIO ACHOA MELLO CET – Companhia de Engenharia de Tráfego 30
Paulo Roberto Omuro CET – Companhia de Engenharia de Tráfego 30
Pedro Guilherme de Oliveira Pereira Subprefeitura Aricanduva/Vila Formosa 15
Pedro Henrique Rocha Secretaria Municipal de Relações Internacionais 15
Pedro Henrique Rodrigues Lopes Subprefeitura Guaianases 55
Priscila Melchichi Tapia Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Rafael da Matta Secretaria Municipal de Gestão 30
Rafael Neves Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
REINALDO FRANCISCO DOS ANJOS Secretaria Municipal das Subprefeituras 25
Ricardo Aparecido Bastos de Oliveira COHAB – Companhia Metropolitana de Habitação 40
Ricardo Olivatto Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho 30
Rodolfo Romaioli Ribeiro de Jesus Secretaria Municipal das Subprefeituras 25
Rodrigo de Carvalho Souza Subprefeitura Aricanduva/Vila Formosa 15
Roger Luis Sousa Felix Secretaria Municipal de Segurança Urbana 45
Ryan Santana Costa Fundação Paulistana de Educação e Tecnologia (FUNDATEC) 45
Sarah De Oliveira Alcâmtara Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Sheila de Fátima Batista Malta Controladoria Geral do Município 45
Sueli Aparecida Machado Gaia Subprefeitura Penha 40
Thyago Athayde Silveira de Oliveira Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Victor Williams Satafusa Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Vítor Augusto Silva Ferragini Secretaria Municipal de Educação 35
Vítor Capparelli Silveira de Faria Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia 35
Vitor Henrique Pereira da Silva Lauton Subprefeitura Itaquera 15
Vlademir Paulino da Silva Secretaria Municipal de Segurança Urbana 45
Wagner Santana Silveira Secretaria Municipal de Gestão 55
Wendel Perli Feitosa Secretaria Municipal de Gestão 30

A Alura oferece mais de 1.000 cursos, conheça todos aqui: https://www.alura.com.br/cursos-online-tecnologia

Reunimos algumas dicas para um melhor aproveitamento do estudo à distância. Veja se elas combinam com o seu jeito de aprender e se é possível aplicar algumas delas à sua rotina.

De olho no tempo e na rotina

O que você não pode perder de vista: a carga horária a ser cumprida (16h) dentro do prazo estipulado – de 01 de novembro a 31 de dezembro de 2023. Avalie qual é o melhor momento de iniciar a sua aprendizagem.

O indicado é que defina um tempo de dedicação ao conteúdo que se ajuste às demais atividades que você gosta ou que precisa fazer. Estudar todos os dias? Em dias intercalados? No final de semana? A distribuição do tempo precisa combinar com o seu ritmo, energia e disposição.

Com barulho ou sem barulho?

Local de estudo adequado é o que permite que você mantenha-se atento e concentrado. Não sendo possível, tente identificar o que te dispersa e faça as alterações possíveis para voltar ao foco.

Estudar até cansar ou não cansar de estudar?

A primeira opção remete à quantidade, que para algumas pessoas pode gerar desgaste e eventual descontinuidade da intenção de estudar. A segunda, remete à possibilidade de qualificar a assimilação do conteúdo, logo, um bom aproveitamento do curso.

O indicado é dar pausas, de 10’ a 15’, a cada 2h de dedicação aos estudos. Vale fazer o que mais te agrada, para diminuir o cansaço e suas variações – sonolência, impaciência, ansiedade ou qualquer outra sensação de sobrecarga.

Hábitos saudáveis

Ajudam! Se você ver valor e achar que vale a pena experimentar. Garantir um sono saudável, por exemplo, é fundamental para manter a atenção, concentração e memorização do que se aprende. Alimentos geradores de energia também favorecem o ânimo, a disposição e o foco.

Aproveite bem o conteúdo.

Boa aprendizagem!

Caso você não tenha sido contemplado com uma licença neste ciclo, veja abaixo como funciona o ranqueamento de interessados e entenda o que aconteceu. Se necessário, converse com a sua chefia e se planeje para atender aos critérios. Esperamos que no próximo ciclo você consiga!

Perguntas frequentes

  • 1ª Etapa: inscrição e manifestação de interesse.
  • 2ª Etapa: ranqueamento dos servidores e servidoras inscritos, de acordo com os critérios estipulados.
  • 3ª Etapa: divulgação da lista de contemplados e distribuição das licenças de uso da plataforma.

A licença fica disponível ao aluno durante um período determinado. Ao fim deste período, um novo ciclo, com novas inscrições, se iniciará.

Os períodos de 2023 serão:
✔ Período 1: Janeiro e Fevereiro
✔ Período 2: Março e Abril
✔ Período 3: Maio e Junho
✔ Período 4: Julho e Agosto
✔ Período 5: Setembro e Outubro
✔ Período 6: Novembro e Dezembro

Os servidores e servidoras que trabalham com Tecnologia da Informação e Comunicação ou com Análise de Dados nos órgãos da Prefeitura de São Paulo. Isso inclui somente servidores efetivos, comissionados e estagiários que demonstrarem interesse prévio, através de inscrição.

É vedada a atribuição de licença a terceiros contratados pela Administração.

O formulário de inscrição é divulgado a todos os líderes de TI dos órgãos setoriais da Prefeitura de São Paulo, os quais são responsáveis por divulgar a oportunidade aos demais servidores de tecnologia.

O servidor que desejar se inscrever, deverá preencher seus dados, concordar com todos os termos para o recebimento da licença e aguardar o resultado.

O período de inscrições será aberto em torno de 15 dias antes do início do período da licença ou do bimestre.

Geralmente a procura pelo curso é maior que a oferta de 85 licenças, por isso aplicamos os seguintes critérios para definir quem será contemplado: 

  1. Cumpriu a carga horária prevista nos cursos (EaD ou presencial), nos últimos seis meses, e portanto, não está na lista de impedimento. 
  2. O órgão setorial cumpriu os critérios da Política de Governança de Tecnologia:
    – Entregou o último Diagnóstico de Tecnologia – 15 pontos
    – Participou nos últimos 2 Fóruns de Tecnologia – 15 pontos (Penúltimo Fórum – 5 pontos; Último Fórum – 10 pontos)
    – Atualizou o PDSTIC, de acordo com os critérios – 25 pontos **
    – Posicionado no ranking da Escala de Maturidade – até 45 pontos:
         – Série A: 45 pontos
         – Série B: 35 pontos
         – Série C: 25 pontos
         – Série D: 15 pontos
         – Série E: 5 pontos
         – Série Inexistente: não pontua
  3. Manifestou interesse no ciclo anterior e não foi contemplado por conta do limite de 5 vagas disponibilizadas ao órgão setorial.
  4. Foi contemplado menos vezes com o acesso à Alura.
  5. Ordem de inscrição  

** Critérios para considerar o PDSTIC atualizado, por ciclo:

  • Ciclo 1: PDSTIC atualizado 2022 (até dezembro)
  • Ciclo 2: PDSTIC 2022 atualizado (até janeiro) e PDSTIC 2023 aprovado
  • Ciclo 3: PDSTIC 2023 atualizado (até abril)
  • Ciclo 4: PDSTIC 2023 atualizado (até maio)
  • Ciclo 5: PDSTIC 2023 atualizado (até julho)
  • Ciclo 6: PDSTIC 2023 atualizado (até outubro)
 

 

OBS: Se após o ranqueamento acima ainda restar vagas disponíveis, elas serão distribuídas de acordo com a data de inscrição do candidato.

Ao receber uma licença, você assume duas responsabilidades:

  1. Cumprir o mínimo de 16 horas-aula, dentro do ciclo de 2 meses. As horas serão computadas apenas quando o curso for concluído.
  2. Fazer cursos relevantes ao seu trabalho dentro do órgão da Prefeitura.

Atenção!
Se atente aos prazos. Se você não concluir a quantidade mínima de horas-aula no fim do período você irá para a lista de impedimento de próximas inscrições.

1ª vez que recebo uma licença:
A própria Alura te enviará uma senha de acesso provisória no endereço de e-mail pessoal que você informou na inscrição.

Para entrar em sua nova conta, você deve acessar o portal da Alura e efetuar o login, usando esse e-mail pessoal informado e a senha enviada pela Alura.

O portal da Alura pode ser acessado pelo link a seguir: www.alura.com.br. Após acessar este endereço, clique em “Entrar”, no canto superior direito da tela.

Já recebi uma licença antes:
Se na nova inscrição você informou o mesmo e-mail pessoal (que usou em ciclos anteriores), você não receberá uma senha nova, sua conta permanecerá a mesma. O acesso será apenas renovado e você pode entrar na plataforma com a mesma senha que usou nos ciclos anteriores. 

Caso você tenha informado um e-mail pessoal diferente do usado anteriormente, a Alura criará uma nova conta para você e te enviará um e-mail com uma senha provisória.

Atenção:
Recomendamos que você informe o mesmo e-mail pessoal em toda nova inscrição, para que o seu acesso seja apenas renovado. Assim evita-se de criar mais de uma conta para a mesma pessoa.

Vai para a lista de impedimento aqueles que foram contemplados com cursos (tanto presenciais, quanto EaD) e não cumpriram a carga horária mínima estabelecida. Dessa forma, ficam impedidos de participar de novas oportunidades de capacitação oferecidas pelo Programa Permanente de Capacitação por 6 meses. Portaria SMIT-SMG nº11/2018

A sua conta na Alura permanecerá com o acesso aos certificados dos cursos realizados, bem como todo o seu histórico. Porém, você não terá permissão para realizar novos cursos, nem possuirá acesso ao material didático dos cursos finalizados.

Dúvidas sobre o conteúdo de um curso em específico:
Envie sua dúvida no Fórum específico de cada curso dentro da plataforma Alura. Veja como funciona.

Dúvidas sobre o uso da plataforma:
Entre em contato diretamente com a Alura, através do endereço: https://www.alura.com.br/contato

Ainda com dúvidas sobre critérios de ranqueamento, alocação de licenças, inscrições, entre outras relacionadas?
Entre em contato com a SMIT/CGTIC através do e-mail tecnologia@prefeitura.sp.gov.br

 

São Paulo vai sediar o maior evento mundial de internet das coisas a partir de 2024

O prefeito Ricardo Nunes anunciou nesta segunda-feira (30), durante participação no encontro “Innovation: Unlocking Potencial”, no Itaim Bibi, a realização do maior evento mundial de Internet das Coisas em São Paulo, o IOT Solutions Congress Brasil.

O congresso, que acontecerá anualmente a partir de 2024, tem foco em tudo o que conecta itens usados no dia a dia à internet: eletrodomésticos, meios de transporte, tênis, roupas e até maçanetas. Gigantes tecnológicas como o Google, que gerou R$ 153 bilhões em 2022, e a AWS, sistema de nuvem da Amazon, participarão do evento. Estas e outras atuações são resultado da parceria entre a Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia, a SP Negócios e o hub de cidades inteligentes iCities.

Para Ricardo Nunes, o interesse na área da tecnologia tem um objetivo único: cuidar das pessoas. “Por isso a Prefeitura fará o que for preciso para investir e trazer para a cidade o desenvolvimento nessa área”.

A tecnologia é importante para São Paulo de modo geral, de acordo com o prefeito, mas é fundamental para gerar empregos, especialmente para a população entre 18 e 24 anos. “Temos cerca de 400 mil jovens que não trabalham e não estudam. Por isso, focamos muito nessa questão, para poder atender a essa faixa etária. Tenho certeza de que a internet, a tecnologia, a internet das coisas e toda essa movimentação poderá nos ajudar a melhorar esse ambiente, o que é mais que necessário”.

De acordo com Humberto de Alencar, secretário municipal de Inovação e Tecnologia em exercício, o congresso será um evento com formato único. “Terá a Prefeitura como protagonista e todas as suas secretarias e agências com grandes espaços de divulgação de suas ações, bem como ambientes para rodadas de negócios, discussões com o mercado e provedores de soluções inovadoras. Colocará São Paulo no cenário mundial”, afirmou.

Alencar também destacou que outro projeto importante em curso é o de certificação de São Paulo nos padrões internacionais da ISO Cidades Inteligentes, Sustentáveis e Resilientes. “Ratificará a posição da capital como uma das mais importantes em gestão pública, baseada em indicadores nessas três áreas”.

Capital das capitais

A cidade foi selecionada para sediar o IOT Solutions Congress Brasil por ser considerada a capital das capitais e o epicentro financeiro de nosso país, segundo o sócio fundador da ICities, Beto Marcelino. “É uma capital reconhecida e admirada internacionalmente. Acreditamos que o Innovation, destravando e desbravando potenciais, e o vasto mercado de internet das coisas, somada à inteligência artificial, em simbiose com o universo da alta conectividade, trará para esta super capital o mais completo evento de tecnologias digitais”, afirmou.

“Teremos a oportunidade de consolidar algo que já está acontecendo na cidade de São Paulo, que é enorme no desenvolvimento de novas tecnologias, onde vemos máquinas conversando com máquinas, controlando o fluxo de trânsito, a iluminação pública e tantas outras coisas. E com eventos poderosos como esse, se aprimorará cada vez mais”, complementou o diretor-presidente da SP Negócios, Aloysio Nunes.

Barcelona

A versão internacional do IOT é realizada anualmente em Barcelona pela entidade Fira, detentora dos direitos do evento. Está há 90 anos no mercado e é uma das organizações de feiras mais importantes da Europa, pelo volume e qualidade dos seus seminários.

Sobre a internet das coisas

A Internet das Coisas impacta em processos como consumo de energia, logística, manutenção de equipamentos, controles de processos de produção, entre outros. Seu mercado avança em múltiplas frentes, potencializado pela expansão da rede 5G.

SP Negócios

Foi criada como serviço social autônomo em 2017, para atuar junto à Prefeitura de São Paulo na melhoria do ambiente de negócios e atração de investimento, visando o desenvolvimento econômico da cidade. É a agência de promoção de investimentos e exportações do município e tem como missão contribuir para a competitividade e sustentabilidade dos negócios, por meio da promoção e apoio às oportunidades de investimentos, inovação e exportações.

Sobre o iCities

O iCities – The Smart Cities Hub é um hub de negócios em cidades inteligentes. Fundado em 2011, pioneiro no fomento do ecossistema de smart cities pelo Brasil, tem como missão conectar profissionais, empresas e poder público, promovendo a abertura de novos negócios e desenvolvendo projetos especiais.

Também atua na capacitação de profissionais, gestores na área de cidades inteligentes e é representante exclusivo da Fira Barcelona no Brasil. Organiza anualmente o Smart City Expo Curitiba, segundo maior evento mundial de soluções inteligentes para cidades.
 
 

Prefeitura lança serviço do 156 pelo Whatsapp para agilizar atendimento à população

Agora é possível solicitar trabalhos como tapa-buraco, poda de árvore, denunciar violência contra mulher e racismo, entre outros, pelo celular.

A Prefeitura lançou nesta terça-feira (10) o serviço 156 pelo Whatsapp para agilizar o atendimento à população. Trata-se do Chat SP156, um robô de atendimento que permite ao munícipe acompanhar o andamento de pedidos e solicitar serviços importantes (veja lista abaixo).
 
“As tecnologias permitem hoje que as gestões públicas tenham um entendimento muito mais abrangente e preciso dos problemas urbanos e prestem aos cidadãos serviços cada vez melhores e com mais rapidez, especificamente para o 156, que é um canal fundamental para os munícipes”, declarou o prefeito Ricardo Nunes.
 
Para utilizar o chatbot, basta adicionar o número 11 3230-5156 no WhatsApp e mandar uma mensagem. Caso o usuário necessite de um serviço ainda não disponível no chat, será transferido para um atendimento humano na própria plataforma.
 
“O chat vai facilitar muito essa interface do cidadão, que é um usuário do serviço público, com a Prefeitura, que é a prestadora do serviço. Uma demanda antiga, que logo que assumimos tínhamos o desejo de entregar, e agora caminhamos a passos firmes em favor da população, pensando na digitalização, no acesso à informação, democratização e à facilidade”, disse o secretário de Inovação e Tecnologia, Bruno Lima.
 
Nesta fase de operação assistida estarão disponíveis 11 serviços fixos considerados essenciais e um irá variar de acordo com o calendário da cidade e do cronograma da Prefeitura, como o “Baixas Temperaturas”, no inverno, e o de “Altas Temperaturas”, no verão. No período de chuvas, o serviço de “Alertas de alagamento”. A expectativa é de incluir ao menos duas novas opções a cada mês.
 
Não é necessária nenhuma senha ou cadastro para acessar o chatbot. Porém, para solicitar alguns serviços como adoção de cães e gatos, é preciso estar cadastrado no SP156.
 
O Chat SP156 é mais uma opção de atendimento aos cidadãos, ao lado do Portal 156, do aplicativo SP156 e da Central Telefônica 156, disponibilizadas pela Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SMIT). Com essa diversidade de canais, os cidadãos têm mais opções para entrar em contato com a Prefeitura e solicitar serviços públicos.
 
“O mais importante é que São Paulo continua sendo uma cidade acolhedora. Então não deixaremos de atender na Central, no portal e nos outros canais de atendimento. Este é só mais um canal para a nossa solução de atendimento do SP 156. Inclusive, as pessoas que não se adaptarem ao chatbot poderão falar com um atendente”, afirmou a secretária-adjunta de Inovação e Tecnologia em exercício, Sarah Alcântara.
 
Um chatbot é um programa de computador que usa inteligência artificial (IA) e processamento de linguagem natural (NPL) para entender as dúvidas do cliente e automatizar as respostas a elas, simulando uma conversa humana. Atualmente, a tecnologia chatbot é utilizada em vários tipos de serviços, como de bancos, telefonia e compras.
 
Serviços já disponíveis no chatbot
 
Tapa-Buraco
 
Baixas Temperaturas – Solicitar atendimento social
 
Adotar cães e gatos
 
Denunciar violência contra mulher
 
Denunciar racismo
 
Árvore – Solicitar avaliação em calçadas e praças para fins de poda ou remoção
 
Entulho e grandes objetos em via pública – Solicitar remoção
 
Solicitar remoção de veículos/carcaça abandonado na via pública
 
Solicitar limpeza de bueiros, boca de lobo e poços de visita
 
Foco de dengue – Solicitar vistoria de local com água parada
 
Ponto de ônibus – Solicitar manutenção, conserto e/ou limpeza de equipamento existente
 
 

Topo